• Quarto das Brincadeiras: só para pais
  • Ideias só para pais

Subscreva aqui

2018-02-02

Só para pais: Fevereiro é mês de validar as facturas e o agregado familiar nas Finanças

Só para pais: Fevereiro é mês de validar as facturas e o agregado familiar nas Finanças

Desta vez não é uma sugestão, mas sim um lembrete. Quem tem filhos tem trabalho a dobrar e este ano há uma obrigação nova: temos de verificar se a informação que o Fisco tem sobre o nosso agregado familiar está correcta.

Primeiro as facturas:
Desde 2015 que só contam para as deduções do IRS as que, ao logo do ano tiverem sido pedidas com o número de contribuinte dos vários membros do agregado familiar. Agora, e até ao dia 15 de Fevereiro, é preciso ir à página pessoal de cada membro da família e verificar se estão todas lá. Se não estiverem, porque as entidades emissoras não as enviaram para as Finanças, então devem ser introduzidas manualmente. Por outro lado, há facturas que podem estar suspensas, porque o Fisco não tem toda a informação necessária para saber a que dedução pertencem – por exemplo se são despesas de saúde ou de educação ou apenas despesas gerais familiares – e se podem ou não ser consideradas – uma factura de saúde com IVA de 23% tem de ser validada, mas apenas se a pessoa tiver a necessária receita média. 
Atenção que neste momento há facturas que ainda não aparecem, nomeadamente as dos juros do empréstimo da casa, as da renda da casa, as propinas da universidade ou as despesas em hospitais e centros de saúde públicos. Essas não é preciso introduzir manualmente, porque aparecem mais tarde, depois de 1 de Março.

Verificar o agregado familiar:
Validadas as facturas, este ano é ainda preciso fazer mais uma coisa, que é novidade: verificar o agregado familiar. Entrando no site, clica-se em “comunicação do agregado familiar” e entra-se numa página onde está a informação que o Fisco tem sobre a nossa família. Se não está correcta, por exemplo porque há um novo bebé que nasceu em 2017, então tem de ser dada a necessária informação. Se não fizermos isto, então o Fisco vai usar a informação que tem, relativa a 2016, quando pré-preencher as declarações de IRS ou proceder à liquidação do imposto.
 

DMC Firewall is developed by Dean Marshall Consultancy Ltd